Busca pela Liberdade! 1

Busca pela Liberdade!
Capítulo 01: O inicio de tudo!

Uma ilha isolada de tudo, só podemos ver o mar, não sabemos onde estamos, ou porque estamos aqui, só sabemos que queremos sair daqui o mais rápido possível, nos 2 dias já aqui, só temos a esperança de uma hora sair daqui.

Uma ilha completamente perigosa, nesses 2 dias, olhamos uma parte da ilha e foi assustador: Pokémon Lendários, plantas venenosas, e etc... Até tentamos fugir pelo mar, mas... Um Pokémon super poderoso que não sabemos o nome apareceu, e matou nossos amigos Karol e Paul de sangue frio, nem ao menos aceitar nossos perdões por ter invadido o campo dele.

Um garoto está ali, na beira da praia olhando para aquele mar azul, seu nome é Júnior, ele aparenta ter 15 anos.

— Estou nessa maldita ilha a aproximadamente 2 dias e 6 horas, 2 dias e 6 horas de sofrimento, essa ilha, com certeza é o verdadeiro inferno, estamos lutando a cada segundo pela nossa sobrevivência, não sabemos quanto tempo vamos resistir, só sabemos de uma coisa: queremos sair daqui o mais rápido possível! 

Um jovem de aproximadamente 17 anos, olhos castanhos claros, vestindo uma calça normal, e uma blusa toda rasgada, graças ao acidente que ele sofreu pelo Pokémon desconhecido no mar, ele se aproxima de Júnior, seu nome é Marco.

— Vamos sair daqui, acredite, vamos matar quem nos botou aqui! — ele expressa a frase com um tom de raiva e angustia.

— Vamos? Quando? Você sabe quando? Pois estou querendo saber, pois já estamos a 2 dias nessa maldita ilha cheia de Pokémon perigosos, e até um no mar que eu nunca vi na minha vida! — grita Júnior.

Marco por alguns segundos fica sem falar.

— Nós sairemos, só pense nisso!

— Ah, claro, sairemos, quando tivemos mortos?

Júnior se levanta e continua andando, se afastando cada vez mais de Marco.

— Marco, o que disse ao Júnior? Sabe que não está sendo nada fácil para ele lidar com tudo isso, tenta entender...

Uma jovem de cabelos enrolados loiras, usando um lindo vestido azul claro rasgado chega perto de Marco, seu nome é Alice.

Marco não diz nada.

O silêncio continua a dominar naquele momento.

— Não irá responder não? Está surdo e mudo por acaso? — grita Alice.

Marco continua sem falar nada.

Marco começa a andar, afim de fugir de Alice.

— Como sempre um idiota fraco mesmo, não sei como ainda está vivo né — Alice começa a rir friamente.

Marco se aproxima de Alice.

— O que é? Vai encarar, patinho — Alice continua a rir.

Marco em questões de segundo, da um belo tapa no meio da cara de Alice, sem ao menos hesitar ou pensar.

— Maldito! Eu vou te matar, seu merdinha! Você não é nada! Você só está vivo pois eu quis que você estivesse vivo! Você acha que o grupo vai querer um inútil como você atrapalhando eles? Idiota — Alice grita alto, a fim de humilhar Marco de todos os jeitos possíveis.

— Não irei perder mais meu tempo com você, Alice.

Marco sai de perto de Alice, vira as costa, e começa a andar para longe.

— Que feio, Alice, arrumando briga novamente, que indelicadeza a sua, isso não é nada elegante para uma jovem moça como você. (Risos)

Um jovem aparece atrás de Alice, seu nome é Wallacen, tem cabelos loiros, vestindo um terno branco e olhos castanhos escuros, aparenta ter uns 19 anos.

— Cala a boca, Wallacen, já estou farta de sua elegância.

— Jovem exaltada. (Risos)

— Quer saber de uma coisa!?

— O que minha cara?

— VAI PRO INFERNO VOCÊ E ESSA SUA ELEGÂNCIA RIDÍCULA DE MERDA! — grita Alice.

— Vou sim, e juro que levo você junto, arrogante! (Risos)

— SOCORRO! — Ouve-se um grito de longe desconhecido.

O grito continua.

— Quem será? — diz Alice nervosa.

— Parece que teremos mais alguém morto — Wallacen rir friamente, como se não se importasse com nada do que está acontecendo a sua volta.

Continua no próximo capítulo...!

Olá, pessoal, esse foi o primeiro capítulo da minha Fanfic! Espero que todos gostem! Se possível, comentem!

Não recomendado para menores de 16 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário